Tabela Imposto de Renda 2019

Tabela Imposto de Renda 2019 – Todos os anos, o Governo Federal divulga a tabela do imposto de renda 2019. O documento contém as alíquotas de contribuição para os contribuintes e alíquotas de isenção. Além disso, a tabela Imposto de renda 2019 define quais os contribuintes terão o imposto retido na fonte de pagamento. Confira abaixo tudo o que você precisa saber sobre a tabela Imposto do IRPF.

Com a chegada de um novo ano os brasileiros já se preparam para declarar o imposto de renda. O IRPF é uma das mais importantes fontes de arrecadação da União, e incide sobre os rendimentos tributáveis do contribuinte.

Tabela do Imposto de Renda 2019

Tabela do Imposto de Renda 2019

O imposto de renda é um valor cobrado a todos os trabalhadores que excederam o valor da alíquota de isenção da Receita Federal. Por isso, é preciso ficar bem atento aos prazos para realizar a sua declaração.

Quem deve declarar o IR?

Quem deve declarar o imposto de renda 2019A declaração do imposto de renda 2019 deve ser enviada por qualquer cidadã que se enquadre em algum dos requisitos litados abaixo. Lembrando que, mesmo que o contribuinte seja obrigado a enviar a sua declaração para a Receita, isso não significa, necessariamente, que terá algum imposto a pagar.

Quem deve declarar o imposto de renda:

  • Quem realizou operações financeiras na bolsa de valores ou operações no mercado de capitais;
  • Que tem bens e direitos – Tais como terras, casas e carros – Cujo o valor de venda somado ultrapasse o limite de R$ 300.000,00.
  • As pessoas que tem rendimentos não-tributáveis no ano anterior, cuja soma do valor supere R$ 40.000,00.
  • Quem teve rendimento tributável durante o ano de 2019, cujo o valor superou a faixa de R$ 28.123,00.
  • Que teve, em 2019, rendimentos brutos oriundos da atividade rural, que superem o valor de R$ 140.619,55;
  • Trabalhadores rurais que compensarem, em 2019, prejuízos da atividade rural de anos anteriores;
  • Contribuintes estrangeiros que passaram a residir no Brasil em 2019.

Em qualquer dos casos acima, o envio da declaração de ajuste anual do imposto de renda será obrigatório.

É importante se atentar as datas que deve realizar a sua declaração, para não receber multas da Receita Federal.

Tabela Imposto de renda 2019

A tabela de alíquotas progressivas do IRPF 2019, divulgada pela Receita Federal, define os valores de contribuição do trabalhador, de acordo com a renda anual tributável. A incidência das alíquotas é progressiva, ou seja, quanto maior os ganhos do trabalhador, maior será o imposto pago pelo mesmo.

As alíquotas do tributo variam entre 0 e 27% sobre os rendimentos tributáveis do contribuinte

Tabela Imposto de Renda 2019:

  • Rendimentos Isentos – Os rendimentos anuais que não ultrapassarem a marca de R$ 22.847,76
  • 7,5% de Imposto – Sobre os rendimentos entre a faixa de R$ 22.847,77 e R$ 33.919,80
  • 15% de imposto – Sobre os rendimentos entre a faixa de R$ 33.919,81 e R$ 45.012,60
  • 22,5% de imposto – Sobre os rendimentos entre a faixa de R$ 45.012,61 e R$ 55.976,16
  • 27,5% de imposto – Sobre os rendimentos que ultrapassem R$ 55.976,16

Lembrando que os valores da tabela são os mesmos de anos anteriores, pois as alíquotas não foram reajustadas. Desde 2015 houve congelamento na tabela do imposto, e q cada ano cresce ainda mais a defasagem do imposto.

Tabela IRRF 2019

A tabela oficial do IRRF 2019 ainda não foi divulgada pela Secretaria da Receita Federal. O valor do imposto de Renda 2019 retido na fonte, entretanto, não sofre reajustes desde 2015. Por esse motivo, a tabela do IRRF já acumula uma defasagem superior a 90%.

Segundo a nova tabela do imposto de renda 2019, estarão isentos os trabalhadores que, em 2018, tiveram renda mensal de até R$ 1.903,98. Confira abaixo a nova tabela progressiva do imposto de renda retido na fonte:

  • Rendimentos Isentos – Os rendimentos mensais que não ultrapassarem a marca de R$ 1.903,98
  • 7,5% de Imposto – Sobre os rendimentos entre a faixa de R$ 1.903,99 e R$ 2.826,65
  • 15% de imposto – Sobre os rendimentos entre a faixa de R$ 2.826,66 e R$ 3.751,05
  • 22,5% de imposto – Sobre os rendimentos entre a faixa de R$ 3.751,06 e R$ 4.664,68
  • 27,5% de imposto – Sobre os rendimentos que ultrapassem R$ 4.664,68

O Imposto retido na fonte incide sobre os rendimentos do trabalhador. Ao final do ano, se tiver deduções, o contribuinte poderá ter rendimentos a receber de volta, através da restituição do tributo.

Os contribuintes que possuem renda mensal de até R$ 1.903,98 são isentos de pagar o IR, dessa forma, as pessoas que recebem até ou igual a este valor são considerados isentos.

O Cálculo do imposto de renda faz referência ao ano anterior sempre, neste caso leva-se em consideração os rendimentos do ano de 2017.

Confira também como emitir o extrato IRPF 2019.

Imposto Retido na Fonte

O IR, mais conhecido como o imposto de renda é um valor recolhido pelo o Governo Federal, anualmente. No Brasil esse imposto é cobrado desde da década de 20, onde o contribuinte detalha todos os seus gastos que obtiveram durante o ano, em seguida todos esses valores são homologados por uma autoridade fiscal da Receita Federal.

Onde é feito uma checagem de todas as informações prestadas pelos os agentes da Receita Federal.

Para quem é útil a tabela?

A tabela é útil para todos os contribuintes e os isentos, pois é através da mesma que você consegue visualizar qual é a alíquota que faz incidência a sua categoria salarial, desta forma, o desconto ocorre em cima do mesmo.

Anualmente essa tabela é atualizada é os valores sofre reajuste também, é importante estar de olho nas atualizações da mesma, vale lembrar, que é através da tabela que os usuários isentos têm conhecimento de que não precisam declarar o imposto de renda, em caso de dúvidas ou queira saber mais sobre o imposto de renda e obter outras informações acesse o site oficial da Receita Federal através do www.idg.receita.fazenda.gov.br.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votes, average: 4,00 out of 5)
Loading...

Reply